Casada dando a bucetinha pro melhor amigo do maridão

Casada dando a bucetinha gostosa justo para o melhor amigo do maridão que ganhou um belo par de chifres. Enfim confiram o conto erótico dessa casada infiel.

Olá pessoal tudo bem? Tenho 25 aninhos, morena, magrinha, cabelos castanhos claros, olhos azuis peitos médios, bumbum empinado e buceta lisinha.

Era feriado e fomos eu e meu esposo passar com a família dele no interior. Já na manhã seguinte ele tinha que assumir o plantão bem cedo. No caminho o pneu da moto furou e justamente em um local bem deserto sem nada por perto.

Casadinha traindo seu esposo

casadia - Casada dando a bucetinha pro melhor amigo do maridão

Pra nossa sorte (minha) vinha logo atrás um amigo nosso…

Ele é branco tem os cabelos castanhos claros, olhos verdes, simpático, é um pedaço de mal caminho que eu não havia me dado conta até então. Eu nunca alimentei desejos sexuais por homem nenhum a não ser o meu marido, até porque meu marido tem um pau que eu considero enorme e me satisfaz por completa.

Meu marido e eu ficamos aliviados quando a ajuda havia aparecido bem na hora, meu marido foi logo dizendo:

– Leva ela até a casa da minha mãe, que vou pegar a moto emprestada do meu tio, pra levá-la pro trabalho.

Ele disse sem problemas, e eu sem hesitar subi na moto do nosso amigo e lhe agarrei com vontade. Aquilo me excitou instantaneamente foi involuntário meu coração começou a acelerar eu só pensava naquele homem dentro de min.

E eu me agarrei ainda mais no seu corpo, senti seu perfume  e o bico dos meus seios logo ficaram durinhos, me arrepiei por completa.

Dei pro safado no meio do mato

A estrada longa e deserta mato de um lado, mato de outro, quando notei que a moto ia perdendo velocidade e ia parando, e de repente parou ali no meio do nada. Ele desceu da moto e eu desci também estava tensa e não falei nada ele me puxou pela mão e foi me levando para dentro dos matagais. Eu não acreditava no que estava acontecendo estava sem reação só deixava ele me puxar e aí eu ia ficando cada vez mais excitada com aquela situação. Logo então paramos num ponto, ele me escorou numa mangueira e mostrou pra mim totalmente duro seu cacete grosso, cabeçudo e moldado na sua bermuda, ele foi logo tirando meu shortinho, eu já sabia o que ele queria nesse ponto fiquei ali parada pois nunca havia traído meu marido ainda mais no meio do mato.

Lógico eu não podia me entregar assim e tinha que dar uma de difícil. Eu perguntei se ele estava louco porém isso foi só mais um motivo pra ele. O sacanas disse que sim, que estava louco mas era de tesão por min. Falou que percebeu quando o agarrei com força e sentiu meus peitos roçando nele. O sacana ainda terminou dizendo:

– Tudo bem já que não quer, vamos embora então!

Naquela hora não sei como mas só sei que dei logo o grito!

– Não, não vamos… eu também quero o mesmo que você!

Que loucura era só o que eu pensava, e por cima mesmo da calcinha ele começou a chupar minha Buceta. Louca de tesão eu segurava sua cabeça contra minha buceta e esfregava com tesão na boca dele. Ele chupou pedaço por pedaço da minha xoxota. O vagabundo parecia um devorador nato de bucetas e eu estava amando aquilo. Foi quando eu logo quis fuder pra valer com ele. O puto levantou-se e eu puxei seu rosto e chupei sua língua molhada e me abaixei com rapidez e violência puxei sua bermuda e por cima da cueca eu comecei a admirar aquele caralho gostoso com minha língua. Eu me sentia uma verdadeira puta vendo aquele cacetão pulsar dentro daquela cueca e olhava com uma cara de tarada pra ele, eu mesma puxei sua cueca e finalmente fui saborear o pauzão dele.

Depois de mamar aquele cacete por uns 10 minutos, ele logo me pegou por trás. O safado levantou minha perna direita e empurrou sua rola na minha buceta. Ali uma mulher pelada totalmente entregue a um machome fodendo. O safado meteu com tudo e foi uma metida seca e forte, com tesão e muita força. Aquilo me deixou de pernas bambas e louca de tesão enquanto ele amassava meus seios. Eu sem perder tempo agarrava sua cabeça, me esfregava no seu peitoral suado, cravava minhas unhas no tronco da árvore. O pau dele estava me fodendo com força e aquilo era sem igual, foi um vai e vem muito rápido.

Eu ali entregue ao prazer gemia baixinho feito uma cadela no cio e rebolava naquele puta caralho delicioso. Acabamos que juntos nós gozamos e eu me tremi dos pés a cabeça nessa gozada. Exausta eu respirava ofegante e gemia no seu pé do ouvido. Eu ali casada dando a bucetinha até que eu senti sua porra quente saindo do seu pau para dentro de mim em três ejaculações fortes e em cada uma delas eu gemia e apertava seu cacete dentro de mim. Nos olhamos e encerramos com um beijo de língua quente e gostoso, como de dois amantes sem vergonhas, sorrimos um para o outro, nos vestimos e ele tomou o rumo da casa de minha sogra.

Quando cheguei la meu esposo ainda não estava no local. Eu estava louca, me sentia culpada porém ao mesmo tempo uma puta com sede por sexo. Na minha cabeça nunca havia passado a chance de eu casada dando a bucetinha para outro macho. Enfim desde esse dia em diante nos tornamos amantes. Eu que sempre fui correta acabei me tornando a puta do meu amante gostoso porém amo meu marido. E isso foi até bom pra ele pois desde então me tornei ainda mais safada e devassa na cama com ele também. Enfim hoje sou uma vadia de dois homens e sou feliz assim. Beijinhos!

Gostou? leia mais no meuscontoseroticos.com um site especializado em contos eróticos

Fotos de Mulher Pelada e videos porno relacionados

© 2022 - FOTOS PORNO e FOTOS DE SEXO é no zed-site.ru 2022
As fotos de mulher pelada publicadas foram capturadas na internet ou recebidas por meio e-mail. Caso seja proprietário de algum foto incorporado no site e gostaria que o mesmo fosse retirado do zed-site.ru entre em contato e faremos a retirada.